• Rodrigo Pinheiro

Pedido de Anitta cria mobilização por acessibilidade no audiovisual

Atualizado: 14 de jul.



A comunidade surda está fazendo uma grande mobilização no país, clamando por mais acessibilidade no audiovisual. A corrente começou após um comentário da cantora Anitta no Instagram do Cine Ninja. No texto postado no dia do Cinema Brasileiro (19 de junho), Anitta pediu para que clássicos do cinema nacional fossem legendados em inglês.


A repercussão do pedido da intérprete de “Envolver” mobilizou a gigantesca comunidade surda do país, que há anos pede por mais inclusão nos cinemas. O assunto é uma reivindicação antiga das pessoas com deficiência auditiva, tradutores e intérpretes de Libras.


“Essa é uma luta de muitos anos e, inclusive, existe uma campanha chamada ‘Legenda pra quem não ouve, mas se emociona’. Isso porque é urgente garantir acessibilidade para mais de 10 milhões de pessoas surdas que vivem aqui no Brasil”, pontuou o professor, tradutor e intérprete de Libras, Rony Carvalheiro, da Escola de Libras Verbo em Movimento para a jornalista Juliana Reis.


Quem também se pronunciou em um post em seu Linked In, foi Paloma Bueno que é filiada a Associação Brasileira de Tradutores e Intérpretes. A tradutora e intérprete de Libras disse que a discussão é muito necessária, porque muitos cinemas ainda não cumprem as leis de acessibilidade, e continuam exibindo todos os filmes dublados, deixando os surdos sem opção.


“Anitta não deixa de ter uma certa razão em levarmos nossa produção nacional para o exterior, mas a discussão vai muito além”, disse Paloma.


Legendas descritivas ou Closed Caption – É um recurso especial que pode ser acionado pelo espectador. A legendas ficam ocultas nos equipamentos de exibição e narram situações que as pessoas com deficiência auditiva (surdos ou parcialmente ensurdecidos), não conseguem perceber A exemplo os gritos, sons de pássaros, freadas de carros e diversas outras sonoridades.


De acordo com o IBGE estima-se que existam cerca de 10 milhões de pessoas surdas no Brasil.



44 visualizações0 comentário