• Rodrigo Pinheiro

Setembro Azul, o mês da visibilidade da deficiência auditiva


Na imagem, uma mulher de cabelos longos e pretos, vestindo uma camisa azul, com as duas mãos abertas em frente ao peito. Ela está se comunicando em libras com uma criança de cabelos castanhos e camisa rosa. No canto superior, um laço azul turquesa ao lado frase setembro azul.

O mês de setembro representa muitas lutas e conquistas da Comunidade Surda. Um período de grande importância em todo mundo, e é por isso que muitas ações costumam acontecer e são intensificadas com proposito de fortalecer e trazer mais visibilidade e conscientização.


Setembro Azul


Acontecimentos importantes na trajetória de luta das pessoas surdas se concretizaram em setembro. E vêm fortalecendo principalmente a questão da inclusão e educação de pessoas que eram discriminadas, excluídas e até mesmo executadas durante um período triste da história da humanidade.


A Federação Mundial dos Surdos (WFD) celebra anualmente desde 1958, uma semana dedicada à conscientização da História dos Surdos, Línguas de Sinais e Educação dos Surdos e Cultura Surda. A Semana Internacional dos Surdos acontece todos os anos entre os dias 20 a 26 de setembro.


Outra data importante é o dia 23 de setembro: Dia Internacional da Língua de Sinais. A Língua de Sinais garante as pessoas com limitações auditivas o direito de se comunicarem e serem compreendidas.


Mas o que seria de uma língua sem os professores para ensina-la? Na parte docente, a data de 30 de setembro, se comemora o Dia Internacional do Surdo e Dia internacional do profissional tradutor e intérprete.


No Brasil, há quase dois séculos atrás, era fundada no dia 26 de setembro de 1857, no Rio de Janeiro, a primeira escola de surdos no país (atualmente INES). A data é tão importante que em 2008 foi oficializada por meio do decreto de lei de nº 11.796 como, o Dia Nacional do Surdo.

Em 9 de setembro de 2009 aconteceu no Brasil, o grande Seminário Nacional em Defesa das Escolas Bilíngues para Surdos. O evento ocorreu em 25 dos 26 estados da federação brasileira.


Mas por que escolheram a cor é azul para representar o mês de setembro?


A cor azul surgiu por estar relacionada a um momento triste da história da humanidade. Em 1933 o governo de Adolf Hitler criou e instituiu a “Lei de Prevenção de Doenças Hereditárias” na Alemanha. A determinação entrou em vigor em 1939, ano em que se iniciou a II Guerra Mundial. A lei autorizava a esterilização compulsória e extermínio dos que sofriam de doenças hereditárias que pudessem causar deficiências físicas e mentais.


Após a identificação das pessoas com deficiência, os nazistas amarravam faixas azuis em seus braços. É por isso que o azul turquesa se tornou a cor do Setembro Azul. Uma forma de representar toda a luta e superação dos surdos. Mantendo viva a memória daqueles que durante séculos sofreram consequências desumanas unicamente por possuírem deficiência auditiva.





Durante todo mês de setembro, muitas atividades são realizadas em diferentes canais (físicos e online). A proposta é a conscientização principalmente das pessoas sem deficiência auditiva, sobre direitos e questões inerentes aos surdos.


As atividades são realizadas principalmente por órgãos e instituições públicas de todos os estados brasileiros. Também são realizadas atividades em instituições de ensino e empresas privadas, com foco na inclusão.






22 visualizações0 comentário